Política Um mundo sem armas nucleares está mais distante

Política

Um mundo sem armas nucleares está mais distante

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on TumblrShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someonePrint this page

Aos 45 anos, o Tratado de Não-Proliferação de Armas Nucleares parece perder cada vez mais legitimidade

5 Responses to Um mundo sem armas nucleares está mais distante

  1. j.g disse:

    pqp fiquei surdo

  2. Ciceropaveixp disse:

    Bombas atômicas torna os países mais seguros e sendo assim uma nação não vai guerrear contra outras nações que tem o mesmo poder de fogo.

  3. A.V. disse:

    Valeu por estragar meu fone de ouvido.

  4. LF disse:

    Legal esse som de uma bomba no início

  5. MartíyChe disse:

    Many aspects of the great wars are again present in Europe & elsewhere. Watching the excellent film “1914-1918 On croit mourir pour la Patrie, on meurt pour des industriels” of Michel Colon anyone has reasons to believe something very dramatic could happen in a couple of years. Would it celebrate hundred years of the first great war propaganda and demonization of the enemy? Would be the demonization of Wilhelm II then be used against President Putin or someone else? Will the atrocities committed in Ukraine and ME be justified in a war against Russia & Iran? The economic war will be launched against China as it was already launched against Russia and Iran? The alleged race supremacy will play its role, again?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *