Política A Coreia do Norte curou a Aids e o Ebola? 
O ditador norte-coreano Kim Jong-un. Foto: AFP / KCNA VIA KNS

Política

A Coreia do Norte curou a Aids e o Ebola? 

Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on TumblrShare on Google+Share on LinkedInEmail this to someonePrint this page

O que os analistas têm a dizer sobre a droga anunciada pela Coreia do Norte que “cura” Aids, Ebola e Mers 

Na última semana, a Coreia do Norte anunciou ter criado um medicamento capaz de curar uma série de doenças, incluindo Aids, Ebola, Mers (sigla em inglês para Síndrome Respiratória do Oriente Médio) e Sars (Síndrome Respiratória Aguda Severa). O anúncio do governo ditatorial liderado por Kim Jong-un, como esperado, causou amplo ceticismo. Segundo o jornal britânico The Guardian, o país alardeou a mesma droga durante o surto da gripe aviária em 2006 e 2013. Além disso, o anúncio ocorre em um momento no qual a Coreia do Sul enfrenta graves problems com a Mers, que vitimou dezenas de pessoas no país nas últimas semanas.

A droga norte-coreana, Kumdang-2, foi desenvolvida a partir de ginseng cultivado com fertilizante misturado a elementos raros e “micro-quantidades de ouro e platína”, segundo o site da droga.

O Politike ouviu o que dois dos mais importantes especialistas em Coreia do Norte têm a dizer sobre o assunto. Confira abaixo:

Scott A. Snyder – Diretor do programa de política entre EUA e Coreia no Council on Foreign Relations (CFR), organização sem fins lucrativos e think tank com foco em política externa dos EUA que publica a conceituada revista Foreign Affairs. Ele é co-editor do livro North Korea in Transition: Politics, Economy, and Society e autor de Negotiating on the Edge: North Korean Negotiating Behavior, ambos sobre a Coreia do Norte

Recentemente, a Coreia do Norte anunciou a criação de uma droga que, supostamente, pode curar Aids, Ebola e Mers, assim como um outro medicamento para combater a hepatite. O primeiro anúncio, no entanto, provocou amplo ceticismo devido à falta de provas sobre a sua eficácia. O país costuma superestimar suas capacidades militares em uma tentativa de demonstrar poder. Logo, essa suposta descoberta seguiria uma lógica semelhante? 

É provável que esse anúncio seja superestimado. O que é interessante é que ele atua em ansiedades públicas e fraquezas reais norte-coreanas, mas apresenta os cientistas do país como heróis em saúde pública.

O que motivou o interesse em publicizar essa suposta descoberta médica? A droga foi anunciada em um momento no qual a Coreia do Sul luta contra um surto de Mers, e não há uma vacina disponível. Parece estranho que esse anúncio tenha ocorrido agora. Seria uma provocação norte-coreana?  

Muitos anúncios da propaganda norte-coreana são feitos como parte de uma duradoura competição por legitimidade com a Coreia do Sul. Esse anúncio parece programado para ressaltar uma relativa vulnerabilidade da Coreia do Sul. Claro que a probabilidade da Mers entrar na Coreia do Norte é pequena porque não há muitos norte-coreanos viajando ao exterior e retornando do Oriente Médio.

O anúncio deste medicamento é mais um esforço do governo para criar uma percepção interna da grandeza do país? 

Sim, porque a ideia do Estado como protetor das população, em especial na óptica da aparente vulnerabilidade sul-coreana, é uma linha natural para a propaganda norte-coreana explorar.

A droga está disponível online por cerca de US$28,00 (quase R$ 87,00), e possui um distribuidor europeu baseado em Moscou, na Rússia. Você acredita que essa é uma estratégia séria de lucrar com esse medicamento, mesmo sem comprovação de eficácia? Caso o remédio seja ineficiente, o que isso pode acarretar para a imagem já pouco confiável da Coreia do Norte? 

A Coreia do Norte se destaca por obter vantagem em atividades ilícitas ou desonestas com grandes margens de lucros como uma forma de conseguir moeda estrangeira. Isso inclui a venda de drogas, cigarros com rótulos falsos, falsificação e o comércio ilícito de pequenas armas e de marfim. A venda de produtos farmacêuticos falsos é uma área natural na qual entidades norte-coreanas procuram obter lucros.

O ditador norte-coreano Kim Jong-un. Foto: AFP / KCNA VIA KNS

O ditador norte-coreano Kim Jong-un. Foto: AFP / KCNA VIA KNS

Charles K. Armstrong – Professor-associado da Fundação da Coreia e diretor do Centro para Pesquisa Coreana na Universidade de Columbia (EUA). Ele é autor de diversos livros sobre a Coreia do Norte, entre eles Tyranny of the Weak: North Korea and the World, 1950 – 1992, que ganhou o prêmio John Fairbank da Associação Histórica Americana para História do Leste Asiático, em 2014.

Duvido que essa droga possua as propriedades especiais que os norte-coreanos alegam. A Coreia do Norte costuma exagerar o seu sucesso em muitas coisas, e esse anúncio é provavelmente mais propaganda doméstica do que uma notícia séria.

Um objetivo secundário seria conseguir moeda estrangeira ao vender esse medicamento. Caso compradores estrangeiros descubram que a droga não funciona, não há muito o que possa ser feito para buscar a responsabilização dos norte-coreanos.

Entretanto, o momento do anúncio é bem interessante, com o problema da Mers enfrentado pela Coreia do Sul. Um propósito do anúncio parece ser mostrar a superioridade da Coreia do Norte sobre o Sul. Há muitos anos, a Coreia do Norte tem retratado a Coreia do Sul como atormentada por doenças “estrangeiras” (Aids, Sars, e agora Mers) em contraste com o “puro” e saudável Norte. Isso pode ser novamente uma propaganda doméstica, mas talvez as autoridades norte-coreanas esperam ganhar algum apoio no Sul com essas alegações.

30 Responses to A Coreia do Norte curou a Aids e o Ebola? 

  1. Claudio Neri disse:

    São patologias de naturezas diferentes, cujos agentes biológicos causadores tem diferentes formas de parasitar o hospedeiro. Seria mais ou menos como dizer que um remédio anti-vermes cura cura tanto doença de chagas quanto ascaridíase com a mesma eficiência, sendo que uma atinge o músculo cardíaco e ou outro, o intestino.

  2. edsavio disse:

    Se for verdade eles que apliquem na população do país deles… E, enquanto isso, nós ocidentais ficamos esperando que algum laboratório farmacêutico de bom coração descubra a cura para estas doenças e outras não citadas e repasse à população sem nenhum tipo de interesse financeiro…

  3. Carlos Eduardo A. Henriques disse:

    Alegam ser a origem da AIDS na África, no entanto as primeiras ocorrências documentadas foi por volta de 1980 nos EUA, sabendo-se que o tempo máximo de incubação é de 10 anos se diminuir-mos de 1980 chegaremos a 1970, e advinhem o que estava rolando na época? Guerra do Vietnã! Nada me convence de que a AIDS não é uma arma biológica que fugiu ao controle ( ou deixaram fugir deliberadamente ). A gerações humanos na África tiveram contato com sangue de macacos e nunca se ouviu falar em AIDS. E se realmente for verdade que a Coréia do Norte desenvolveu uma cura ou tratamento? Por que não? Até pelo fato dela ser um regime “marginal” por assim dizer acho provável. Eles não tem que prestar contas sobre patentes, queimam etapas em testes em humanos etc. Nesse caso os fins justificam os meios? Bem se realmente conseguiram tal feito deveriam dispor a tecnologia de forma livre. Seria a a maior e melhor propaganda que Kim Jong Un poderia fazer do seu regime. O fato é que enquanto os maiores acionistas da indústria farmacêutica forem os banqueiros nunca serão reveladas as tecnologias para a cura e tratamento de uma infinidade de enfermidades.

  4. anônimo disse:

    Isso é uma mentira que fere a esperança das pessoas que realmente precisam desse tipo de medicamento e cura. Sem credibilidade!

  5. Prezados,

    quando estudava medicina veterinaria fiz um trabalho a respeito de um cogumelo que cresce em simbiose com o eucalipto. Os fazendeiros do RS estavam reclamando que por aproveitarem areas de producao de eucaliptos novos, e por isso o sombreamento ainda nao havia matado as gramineas que alimentavam o gado, e por causa de os animais ingerirem os cogumelos, estava acontecendo uma intoxicacao que induzia cegueira aos animais e eles acabavam morrendo de fome.

    Os veterinarios brasileiros nao acreditaram nos depoimentos dos “matutos”, pois, afinal, quem tinha o diploma ne? Alegavam tambem que o cogumelo era uma iguaria muito consumida por humanos que nao tinham nenhum sintoma relacionado ao caso.

    Um veterinario uruguaio, que pela vizinhanca verificou o mesmo problema nas terras de la, resolveu investir o caso de forma barata e objetiva. Pegou tres novilhotes e o colocou em confinamento, administrando a eles os cogumelos in natura. Todos os sintomas da doenca desconhecida afloraram nos animais. Depois disso, suspendeu o suplemento de cogumelos e tratou os bovinos com racao saudavel. Todos os sintomas desapareceram.

    Acredito que ficaria barato fazer um teste semelhante com a droga. Se der resultados, ao escambal com as intrigas ideologicas. Nao importa se o beneficio para a humanidade venha de pesquisas comunistas ou capitalistas. Importante eh o beneficio e nao a inteligentsia.

  6. Carlos disse:

    Gostaria de mais honestidade dos editores. Por quê não viajam até a Coreia do Norte para fazerem uma matéria com os dois lados do assunto? É muito tendencioso ouvir apenas “especialistas” predispostos a ridicularizar a Coreia do Norte.

    • Rubem Weber disse:

      O problema é voçê ficar preso por lá, acusado de “espionagem”. Quanto a ridicularizar a Coreia, o seu ditador faz isso muito bem, basta ver seus oficiais do exército com cadernetinhas anotando todas as sábias decisões do “”líder””. Aliás, mata-os com tiros de canhão,quando esquecem qualquer vírgula !

  7. Dura Realidade disse:

    Bom, a Coréia do Norte já curou até a “doença do cochilo” de general (a tiros de canhão anti aéreo na cabeça)…
    Sem falar que já curou o vício em internet da população, afinal, nada é visto ou lido sem censura…
    Temos muito a aprender com esse exemplo de avanço social, símbolo da liberdade de expressão!

  8. douglas disse:

    acredito, assim como as crianças acreditam em papai noel,ele o ditdor parece um noel, e a cura é assim.as pessoas que estão com este mal, são colocadas em um paredão e servem de testes para balas especiais desenvolvidas pela coréia,pronto este é o segredo da coréia, exterminar quem está doente.

  9. roberto disse:

    Acredito que o medicamento descoberto na Coréia do Norte seja eficaz. Ocorre que a indústria química farmacêutica está nas mãos do capitalismo voraz, logo, a grande mídia não vai pressionar nenhum governo a buscar possibilidade de utilizar o remédio para combater essas doenças. O grande problema do mundo é “business” pois os negócios rentáveis encobrem qualquer valor humano.

  10. É impressionante como esse próprio texto desmistifica as coisas sobre a Coreia do Norte, país este que não tem direito a comércio com ninguém e tem que se virar sozinho. Lembro muito como se dizia que Cuba não passava de um mentira na área de saúde, mesmo tendo provas que tinha solução para o “vitiligo”. O que acontece é a propagando contra e impiedosa, assim como esta se propagando a propaganda contra os muçulmanos, todos acham que qualquer muçulmano pode explodir a qualquer momento. E a Coreia do Norte assim como Cuba tem que entre na “DEMOCRACIA” do “Tio Sam” senão não presta e seus lacaios espalhados pelo planeta esta aí para reforçar essa ideia através da propaganda mentirosa, como foi a do corte de cabelo e de que um militar foi executado por ter dormido num cerimonial.

    • Rubem Weber disse:

      “”Democracia do tio sam””? Democracia é um privilégio de todo país que não caiu nas garras do inconsequente comunismo,que o preguiçoso Carl Marx (sustentado pela esposa, aquele que nunca foi operário!) se propôs a mudar a natureza humana(!), marxismo cuja falência todos conhecem,claro após matar mais de 100 milhões de pessoas no mundo! Somente pela covardia em executar pessoas em paredões de fuzilamento,matá-las de fome,devido ao “sucesso” de suas lavouras,ou mantê-las presas em calabouços,pelo simples fato de discordar das barbáries, já faz qualquer pessoa de caráter,justa e realmente decente, repudiá-lo !!!

    • Walter Junior disse:

      Se acreditam em tudo que a mídia fala,acho que mesmo que seja verídico muita gente prefere morrer.

  11. Artur disse:

    A Coréia do Norte sofre com embargos brutais das potências capitalistas mas mesmo assim ter forças para investimentos!! não gosto de ditaduras mas é um país que pratica o socialismo real onde a área social é mais valorizada do que maldito capitalismo!! onde tudo visa o lucro!! a Coréia do Norte tem seus erros mas tem seus acertos também!!!

    • Rubem Weber disse:

      O lucro é o combustível do progresso,meu caro. Agora, se vç é preguiçoso,sem ambição e se contenta com cotinhas de arroz,óleo e farinha, pra passar o resto da sua vida, à la Jeca Tatú, te aconselho a se mudar urgentemente pra Venezuela,Cuba ou mesmo Coreia do Norte. Mas não vale tentar fugir depois pro “inferno capitalista” !

  12. Lucas Prates disse:

    Tento entender a Coreia do Norte a muito tempo… A internet não da um material de aprofundamento muito eficaz. Apesar de ter um domínio precário do assunto, acredito que essa declaração seja mais uma provocação e uma manipulação na politica interna do país, pois a Coreia do Norte realmente parou no tempo. As vezes penso: “Esse país parece um feudo gigante.”

  13. Romualdo disse:

    Não acho que a Coréia do Norte tenha descoberto a cura para todas estas doenças, até porque estas já existem e só não estão disponível para a população, pelo motivo dos laboratórios farmacêuticos no mundo ter grandes lucros com os chamados “retrovirais”.

    • Felipe disse:

      Argumentar com teoria da conspiração ninguem merece né. Faltou mencionar os Illuminatis. Aff…

    • ricardo disse:

      Este remédio é de domínio publico a bastante tempo. É um antivirotico bactericida bastante eficaz no combate a males degenerativos. O principio ativo elimina a causa e o contágio da moléstia. Ele é um composto e sua formula básica é Pb2Fe2S4 e já na primeira dose mata o vírus ou a bactéria.

    • Pedro disse:

      Ou, se por algum acaso eles realmente descobriram ou vierem a descobrir, vão continuar dizendo que é tudo mentira e especulação por esse mesmo motivo que você citou.

    • Lucas Prates disse:

      Me desculpe, mas não consigo acreditar nisso…

  14. sergio disse:

    interessante que a coreia do norte passa o dominio de pai pra filho como se fosse um reinado, similar a cuba que passa dum irmão ao outro……………seria a era medieval com o rei e sua familia dono de tudo e os servos sem direito a opinião e nem sair do pais abaixo?

    • Sapiencia disse:

      O interessante que se tira desta historia e’ que o maximo de tecnologia que a C.N. consegue imaginar e’ num giseng cultivado com “elementos raros”, ouro e prata….. Os caras realmente pararam a 50 anos atras.

    • Sérgio disse:

      …”seria a era medieval com o rei e sua família dono de tudo […]”, Nossa…, igualzinho ao que acontece no Canadá, Japão, Espanha, Dinamarca, Países Baixos, Suécia, Reino Unido, Noruega, Bélgica e Austrália, por exemplo, todos monarquias. Ah, claro… mas nestas os reis, rainhas e príncipes são “bonzinhos” e “democratas”, então claro, é justo que passem o comando por critérios hereditários…
      Ah, tem também Arábia Saudita, Omã, Suazilândia, Brunei e Qatar que são monarquias… sem esquecer os Emirados Árabes Unidos, uma confederação de 7 emirados, todos monarquias…e de religião muçulmana… nossa, mas que barbaridade…onde está o Grande Império Protetor Americano do Norte? Como deixa isso acontecer?

  15. FzooG disse:

    Um texto tão longo para não dizer absolutamente nada. Seria muito mais fácil comprar um medicamento desse e testá-lo no ocidente, e caso realmente não produza efeitos positivos na saúde, fariam uma ampla divulgação do fiasco. No final ficou a ideia de que realmente vale a pena comprar os medicamentos da RDPC.

  16. Romulo Gentil disse:

    É sintomático, próprio dos governos totalitários. …Nos momentos de crise política interna, recorrem ao blefe. Declaração de guerra aos EUA é rotina, assim como á China, ao Japão, a Coreia do Sul e a descobertas científicas mirabolantes.

    • Mi disse:

      A China é nada mais do que a maior aliada e protetora da Coréia do Norte no mundo (que, por sinal, só não foi ainda “pacificada” pelas forças do ocidente porque sua grande aliada a trata como uma mãe cuidando de um filho rebelde). Tire a China dessa lista.

  17. so falta dizer que decobriram a vida etrna quanta bobagem bonatti brazil

Deixe um comentário